a
Copyright Unimais 2020
  • No products in the cart.
 
InícioUncategorizedCovid-19: O Vírus invisível da Covid-19 isola Luanda das 17 províncias de Angola

Covid-19: O Vírus invisível da Covid-19 isola Luanda das 17 províncias de Angola

Covid-19: O Vírus invisível da Covid-19 isola Luanda das 17 províncias de Angola

Partilhar

A Comissão Multissectorial de Resposta à Pandemia da Covid-19 vai manter a cerca sanitária em Luanda e levantá-la nas demais províncias, adiantou, ontem, o coordenador e ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República.

Pedro Sebastião, que falava durante uma sessão plenária dedicada ao pedido do Presidente da República para a prorrogação do Estado de Emergência, justificou a medida com o facto de Luanda ser a província com mais problemas.  “Para província de Luanda, vai manter-se a cerca sanitária, porque foi aqui onde apareceram os primeiros casos, onde temos maiores problemas, vai se manter a cerca sanitária provincial. Significa que os cidadãos residentes na província de Luanda não poderão circular para outras províncias, salvo por motivos suficientemente ponderados”, afirmou. 

Ao falar sobre o levantamento da cerca sanitária nas demais províncias, Pedro Sebastião esclareceu que os cidadãos poderão ter a possibilidade de circular dentro das províncias e destas para as restantes, excepto Luanda. O ministro de Estado apresentou a carta do Presidente da República na qual solicita o Parlamento a pronunciar-se sobre a prorrogação do Estado de Emergência. Na carta, o Chefe de Estado afirma que, quer a situação internacional, quer a situação interna, recomendam a continuidade de medidas extraordinárias e a prorrogação do Estado de Emergência.
O Presidente João Lourenço afirma ainda que subsistem os riscos de calamidade pública, razão pela qual solicita o pronunciamento da Assembleia Nacional sobre uma nova prorrogação da vigência do Estado de Emergência por mais 15 dias. João Lourenço reforça, na sua mensagem, que o mundo está confrontado com um grande desafio que exige de todos uma reacção rápida e uma grande capacidade de adaptação através de adopção de medidas excepcionais.

Share With:
Rate This Article

admin@unimais.net

Sem comentários

Deixe o seu comentário